Abel Jacó, Abel Jacob Santos, Abel Jacó dos Santos

Abel Jacó, da Massaranduba para a Assembleia Legislativa de Sergipe. (foto: arquivo familiar)

Abel Jacó dos Santos nasceu na fazenda Massaranduba, em Heliópolis, no dia 10 de janeiro de 1923, na época ainda município de Cícero Dantas. Filho de Claudiano Jacob de São José e Josefa Francisca Santos. Abel casou com a sergipana Rita Guimarães Hora Santos, seu primeiro casamento, quatro anos mais velha que ele. Tiveram três filhos: Claudiano, Ceicinha e Teresa. Praticamente viveu sua vida na cidade de Simão Dias, em Sergipe, inclusive foi prefeito do município de 1977 a 1982, elegendo-se pelo PDS. O seu vice-prefeito foi Manoel Ferreira de Matos, o Caçulo, que o sucedeu na prefeitura de Simão Dias. O grupo político de Abel era liderado a nível estadual pelo então governador Sebastião Celso de Carvalho.

Abel Jacó foi funcionário do Ministério do Trabalho em Aracaju e também foi presidente da antiga Cobal – Companhia Brasileira de Alimentos, em Simão Dias. Se elegeu deputado pelo PMDB em 1986, assumindo o mandato em fevereiro do ano seguinte. Fez parte da bancada que elaborou a Constituição Sergipana de 1989, ao lado do ex-governador Marcelo Deda, este filho natural de Simão Dias. O massarandubense que mais alçou cargos públicos no Brasil casou-se uma segunda vez. Com Djanira, a segunda esposa, teve mais dois filhos: Cláudia e Matheus. Abel Jacó faleceu em 12 de fevereiro de 2001, aos 78 anos. Em homenagem ao baiano de Heliópolis, há uma praça com seu nome em Simão Dias.

Colaboraram Dona Valderez e Gilberto Jacó.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta