ACM Neto virou bolsonarista!

Para ser governador da Bahia, ACM Neto se alia a Bolsonaro (foto: Veja)

A eleição de 2022 está gerando acordos políticos que revelam a podridão da política nacional. Nada mais nos surpreende. Os absurdos acontecem e ninguém mais vê anormalidade. Corre por aí que ACM Neto abandonou o seu candidato a presidente da república, o apresentador Luciano Huck, e fez um acordo com Jair Bolsonaro. O ato custou o sacrifício de Rodrigo Maia, presidente da Câmara, nome que crescia por rivalidades com o presidente da república. Dizem que ACM Neto vai receber a pasta do ministério da educação, que será entregue ao deputado João Roma, do Republicanos, ligadíssimo ao ex-prefeito de Salvador. O DEM se afastou da candidatura de Baleia Rossi e Rodrigo Maia ficou a ver navios.

A imprensa hoje noticia que Maia decidiu deixar o DEM após a eleição para o novo comando do Congresso, que acontece neste instante no Congresso Nacional. O resultado do Senado já coloca Bolsonaro como vitorioso: Rodrigo Pacheco venceu Simone Tebet por 57 votos a 21, contando inclusive com o apoio de PT, DEM, PSD, PDT e REDE. Rodrigo Maia está visivelmente insatisfeito com a decisão da executiva do partido de manter a neutralidade na disputa entre Baleia Rossi (MDB-SP) e Artur Lira (PP-AL) para sua sucessão. Maia disse à CNN que sua permanência na legenda é insustentável e decidiu deixar o partido.

Mesmo depois de brincar de ser presidente, como se estivesse num país de faz de contas, Jair Bolsonaro conta agora até com o apoio da esquerda e de ACM Neto. Dizem que o presidente do DEM fez acordo para viabilizar se eleger governador da Bahia em 2022. A questão é saber se o apoio de Bolsonaro dá a ele mais votos do que tira. A jogada arriscada de ACM é uma aposta na leitura de que jamais haverá impeachment do atual presidente da república, mesmo que morram mais 200 mil pessoal, mesmo que o país quebre. Neste Brasil, nada é impossível com 3 bilhões de reais. Curioso é que Rodrigo Maia teve tudo nas mãos para lançar a sorte de Bolsonaro num impeachment, mas ele ficou com medo. Não se pode acender fogueira quem tem rabo de palha.  

 

Deixe uma resposta