Apenas 44% dos eleitores de Heliópolis pensam em renovar a Câmara de Vereadores

               Dos nomes citados são destaques Raul de Ioiô e Van da Barreira

Raul de Ioiô, com 10% e Van da Barreira, com 4%, lideram a corrida pela renovação da Câmara de Vereadores de Heliópolis (foto: TSE)

O terceiro questionamento feito na pesquisa Controverso, realizada no dia 15 de outubro deste ano, trata da questão da renovação dos vereadores da Câmara Municipal de Heliópolis. Dos 100 eleitores entrevistados, 56% não querem saber de renovação. Na verdade, 32% citaram nomes que já estão eleitos e outros 24% optaram por “Nenhum”. A pergunta da pesquisa era bem simples: “Quem você (o Sr. ou a Sra.) indicaria como alguém capaz de representar sua comunidade na Câmara de Vereadores de Heliópolis, com amplas possibilidades de ser eleito ou eleita?”. Vários nomes foram indicados. Os mais votados foram:

Os percentuais obtidos por Raul de Ioiô são expressivos e incidem sobre os 44% dispostos a renovar a Câmara. Isto dá a ele, se desejar se candidatar, algo em torno de 450 votos, o que não é pouco. Hoje ele é 1º Suplente com uma votação que teve na eleição passada próxima disto. A questão é que a eleição nem mesmo começou e ele já está num bom patamar. Claro que, o fato de ter sido candidato nas duas últimas eleições pesa muito. É o caso dos percentuais de Igor Leonardo, Dé Correia e Van da Barreira, também consideráveis.

                Tirando Thiago Andrade, que não pensa em ser vereador, já que lidera a corrida para prefeito, vale destacar os nomes de João de Deus (3%) – do povoado Viuveira, presidente do PDT de Heliópolis – Fabiano Gama (2%) – filho de Hélio Gama – e Vardo de Agapito (2%). Estes não disseram que são candidatos e já aparecem os chamados eleitores naturais. Mas quem está bem mesmo é Van da Barreira, com 4%, o segundo mais citado, reflexo também de quem já foi candidato na eleição passada.

                Mas não foram estes apenas os citados. Os nomes a seguir, todos aparecem com percentuais na casa de 1% de citação. São eles: Bimael, Bruno de Giselda, Ivan de Ildinho, Jane de Zé do Sertão, Júnior da Jiboia, Adilson de Aroaldo, Naldinha de Zé Sertão, Sabiá da Viuveira, Pedro, Adilson de João Serafim, Mundinho do Tijuco, Gilberto Jacó, Ismael Guimarães, Gilmário, Kleysson do Tijuco e André da Jiboia.

      Aos que gostam de fazer contas, estes percentuais incidem sobre a parcela da população que deseja mudanças de nomes no legislativo, num total de 44%. Os outros 56% não desejam mudar nada. Vale ainda dizer que a pesquisa não foi feita em todo município, mas apenas em 80% do seu território. Isso nos garante uma margem de confiança superior a 90%. É bom lembrar sempre de que nem todos serão candidatos nas próximas eleições. São apenas sugestões do eleitorado.  

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta