Apoio a impeachment de Trump cresce nos EUA, mostra pesquisa

Mais da metade dos entrevistados disse que as múltiplas investigações do Congresso sobre Trump interferiam com assuntos importantes do governo

Apoio ao impeachment do Presidente dos EUA cresce (foto: Pplware – Sapo)

O número de norte-americanos que acreditam que o presidente Donald Trump deveria sofrer um impeachment cresceu 5 pontos percentuais, para 45%, desde meados de abril, enquanto mais da metade dos entrevistados disse que as múltiplas investigações do Congresso sobre Trump interferiam com assuntos importantes do governo, mostrou uma pesquisa da Reuters/Ipsos publicada nesta quinta-feira (9).

O levantamento, conduzido na segunda-feira (6), não deixou claro se os norte-americanos cansados das investigações queriam que os democratas da Câmara dos Deputados retirem as investigações ou pressionem adiante de maneira agressiva e consigam aprovar o pedido de impeachment.

A pergunta é urgente para os principais líderes democratas na Câmara, que ainda analisam se entram com procedimentos de impeachment, apesar da provável e intransponível oposição que o pedido enfrentaria no Senado, controlado pelos republicanos.

Na quinta-feira (8), a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, ressaltou que os líderes dos comitês investigativos da casa estavam abordando a questão passo a passo.

“Isso é bem metódico, bem baseado na Constituição”, disse Pelosi. “Não iremos proceder mais rápido ou mais devagar do que os fatos.”

Além dos 45% favoráveis ao impeachment de Trump, a pesquisa descobriu que 42% dos norte-americanos acreditam que Trump não deveria ser impedido. O restante afirmou não ter uma opinião sobre o assunto.

Em comparação, uma pesquisa feita entre 18 e 19 de abril apurou que 40% dos norte-americanos queriam o impeachment do atual presidente.

Copyright © Thomson Reuters.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta