Aulas começam dia 17 e CEJDS agora é escola em tempo integral

Professores do CEJDS encaram o desafio do ensino médio integral (foto: Landisvalth Lima)

O Colégio Estadual José Dantas de Souza vai passar a oferecer, a partir deste ano, escola em tempo integral. O projeto solicitado pela direção da escola foi aprovado e deve ser iniciado no próximo dia 17 de fevereiro, quando efetivamente se iniciará o ano letivo de 2020. As aulas começariam dia 10, mas houve atraso nas obras de reforma da escola e, também, pelo fato de o município programar o início do ano letivo para dia 17. O professor Gilberto Jacó, diretor do CEJDS, fez o anúncio na Jornada Pedagógica, iniciada na segunda-feira (03), e pediu muita paciência aos professores para iniciar esta nova missão da escola.

Também foi anunciado que o governador Rui Costa está licitando várias obras e que o CEJDS foi beneficiado com a cobertura da quadra de esportes, construção de um campo soçaite, refeitório e auditório. Também haverá perfuração de um poço artesiano para suprir a demanda por água. Mas a direção também está solicitando a ampliação de suas estruturas para funcionamento dos laboratórios, salas de mídia e também salas de aula. Por enquanto, o Novo Ensino Médio Integral terá 35 aulas semanais, perfazendo um total de 1.400 horas anuais, com sete horários de aulas na 1ª série. As turmas da 2ª e 3ª séries ainda continuarão no formato antigo. Na prática, o CEJDS terá aulas iniciadas às 7 horas da manhã para o Integral e as 7:45 para as turmas do ensino médio anterior.

Segundo a coordenadora Maria Sotero, que comanda a Semana Pedagógica, haverá um início de adaptação, mas tudo vai dar certo. O CEJDS começa com o ensino integral de menor carga horária, mas, em 2023, passará para a carga de 1800 horas, com 9 aulas diárias, sala de música, laboratórios, práticas esportivas, atividades de reforço. Os alunos terão, no ensino médio integral total, três refeições, ficando na escola de 8 da manhã até às 17 horas. Este ano, o turno noturno terá uma nova modalidade para oferecer aos estudantes com 18 anos ou mais: O EJA-EM. O aluno poderá tirar todo o ensino médio em 4 semestres, além da conclusão das turmas do ensino médio anterior.  Para o EJA noturno ainda há vagas abertas até esta sexta-feira (07).

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta