CEJDS encerra ano letivo e adotará Novo Ensino Médio em 2020

Confraternização de fim de ano do CEJDS na Chácara dos Velosos (foto: João Pedro)

O Colégio Estadual José Dantas de Souza – CEJDS – única escola estadual do município de Heliópolis, encerra suas atividades acadêmicas, referentes à 2019, nesta sexta-feira (20). É a primeira vez que a escola termina o ano letivo antes do Natal. Nesta quinta-feira (19) aconteceu o encerramento congratular entre professores e funcionários da instituição. O evento correu na chácara/fazenda dos Irmãos Veloso, próximo ao povoado Trapalha, na estrada que liga Heliópolis ao povoado Raspador.

O CEJDS já está renovando as matrículas para o ano de 2020 e anuncia a implantação do Novo Ensino Médio para as turmas do 1º ano, já em 2020. A previsão da implantação total da nova grade curricular está prevista para o ano de 2022, quando então todas as turmas estarão incorporadas à nova plataforma. Também está previsto para 2023 a implantação do Ensino Médio Integral.

A direção atual da escola tem mandato até dia 31 de dezembro, o que deverá ser prorrogado até a eleição dos novos diretores, prevista para o início do ano letivo de 2020. De qualquer forma, o professor Landisvalth Lima já comunicou que não disputará nenhum cargo de direção. Além de estar aguardando a aposentadoria, enfrenta questões com seu novo cadastro. Ele é atualmente vice-diretor. O diretor, professor Gilberto Jacó, ainda não fez nenhum pronunciamento quanto a esta questão.

A escola também está passando por uma profunda renovação estrutural. Deve ganhar um novo piso, novas instalações sanitárias, elétricas, nova pintura. Todas as salas estarão forradas e com aparelhos de ar condicionado. Também está prevista a cobertura da quadra de esportes e a construção de um auditório. Além disso, para ser escola em tempo integral, o CEJDS precisará de ampliação de salas de aula e construção de laboratórios, ainda em estudos.

Nesta sexta-feira (20), os professores se reúnem para formação da última etapa do Conselho de Classe, onde serão debatidas questões ligadas à aprendizagem e ao fechamento dos resultados. Apesar de ser um ano muito produtivo para a escola, os resultados não têm correspondido quando se trata de aprendizagem. Será um ano com reprovação ainda em níveis consideráveis, principalmente nos 1ºs anos, onde a repetência e a evasão bateram percentuais recordes.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta