Comemoração política provocativa termina com 2 baleados no Gruê

José Romério atirou em duas pessoas no Gruê e está foragido (foto: Divulgação)

O momento mais tenso que se vive por aqui é quando as urnas fecham e os resultados despontam apontando os vencedores. Os políticos vão descansar da dura peleja e a população vai comemorar. Muitos ultrapassam a linha da comemoração e descambam na pirraça e até na humilhação. É aí que mora o perigo. Em Fátima, no povoado Gruê, zona rural, José Romério Santos da Costa não suportou os fogos que soltaram em frente à sua casa. Achou que era provocação e deu cinco tiros nos partidários de Binho de Alfredo. Dois foram atingidos, um em estado grave. O autor dos disparos está foragido.

Wellington foi atingido na perna esquerda (foto: Divulgação)

Parece que pode ter sido mesmo provocação porque Romério tinha apostado no seu candidato Nego de Pretinho e estava dormindo em sua casa. Certamente estava de cabeça quente quando acordou e não aguentou a gozação. Pessoas da localidade dizem que, quando ele foi vitorioso em outras épocas, José Romério também fazia as mesmas coisas. O fato aconteceu por volta de 1 hora da manhã, na madrugada desta quarta-feira (18). As vítimas da tentativa de duplo homicídio foram Wellington Daltro Santana, de 31 anos, atingido numa das pernas, e Cristiano Alves dos Santos, 35 anos, atingido com tiros na cabeça e no abdômen. Este foi levado para o Hospital Santa Teresa, em Ribeira do Pombal, e seu estado é greve. 

O fato prova, mais uma vez, que a política da nossa região não está sendo feita com o intuito de melhorar a vida das pessoas. Não se vota no melhor ou naquele que apresenta soluções para um processo evolutivo. Virou briga de torcidas, chacota contra irmãos. Parece que não basta vencer e agradecer a graça. Tem que pisar na cabeça, espezinhar a pessoa que não seguiu a mesma cor partidária. Quem perde sofre não só a derrota como, em alguns casos, perseguição e provocação. Poucos estão  preparados para perder e aceitar a derrota, da mesma maneira que muitos não sabem ainda vencer. José Romério perdeu a eleição, a cabeça, a liberdade e pode findar tirando uma vida.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta