Covid-19: 33 casos na Bahia, 621 no Brasil e 8 mortes

Trabalhadores se protegem contra a pandemia na Bahia (foto: Correio)

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia divulgou boletim informando que de janeiro até as 17 horas às 11h desta sexta-feira (20), a Bahia registrou 1310 casos notificados com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus. Destes, 33 foram confirmados, 459 foram descartados e 818 aguardam análise laboratorial. Os dois novos casos confirmados foram registrados em Lauro de Freitas e Feira de Santana e são considerados importados. Os pacientes estão em isolamento domiciliar. Do total de confirmações, 18 foram em Salvador; 4 em Porto Seguro; 1 em Prado; 3 em Lauro de Freitas; 6 em Feira de Santana; e 1 em Itabuna.

Propagação de notícias falsas

As pessoas precisam parar de acreditar em tudo que é divulgado nas redes sociais. Qualquer notícia deve ser checada nos boletins das autoridades, nos portais de notícias e em veículos de comunicação. Ontem chegaram a espalhar que o prefeito de Ribeira do Pombal confirmou que o município tinha dois pacientes com Covid-19, o que nunca foi verdade. As pessoas leem mal e entram em pânico. Foram dois casos suspeitos, mas sem confirmação. Também foi divulgado que na localidade de Lagoa do Nolasco, em Cícero Dantas, um homem que veio da Bélgica estava bêbado, com os sintomas do novo coronavírus. Nada disso foi confirmado.

Feira livre suspensa

A Prefeitura Municipal de Heliópolis está tomando todas as medidas necessárias para deter a entrada do vírus na cidade. Agora, suspendeu a realização da Feira Livre por 15 dias. Um carro de som está comunicando a decisão por toda a cidade. Além das aulas suspensas, as autoridades pedem que todos fiquem em casa e só saiam para o absolutamente necessário. Todas as consultas agendadas foram suspensas. O atendimento médico só estará disponível para casos graves, oncologia e gestantes em trabalho de parto. Quem está chegando de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, locais onde já há infecção comunitária do Covid-19, deve ficar em quarentena e evitar contanto com pessoas. Todas as prefeituras da região estão tomando estas medidas.

No Brasil e no mundo

Desde que surgiu o primeira caso em 26 de fevereiro, o Brasil chega, 25 dias depois, aos 621 infectados, com 8 mortes, uma ainda sem ser oficializada de um senhor de 70 anos em São Paulo. Em países onde o vírus se disseminou, como Itália, em 50 dias, o número de mortes já passou a barreira dos 3 mil. No mundo inteiro já há mais de 10 mil mortes. A China é o único país que parece ter controlado a pandemia. Se todos conseguirem o mesmo êxito, o pico da doença deve terminar em meados do mês de abril. Tomara.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta