Covid-19: Contaminação dobra na Bahia em 24 horas

A pandemia parecia controlada antes das eleições. (imagem: Guia da Farmácia)

Em reportagem do jornal Tribuna da Bahia, publicado nesta tarde, foi divulgado que a Bahia registrou 4.204 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), na tarde deste sábado (28), mais do que o dobro registrado na sexta (27), quando contabilizou 1.919 casos.

Segundo a Sesab, o aumento do número de casos deve-se ao abrandamento, por parte da população, das medidas de precaução, como a utilização da máscara, distanciamento social e higiene frequente das mãos, assim como à retomada das testagens e notificações que haviam sido reduzidas por parte das prefeituras no período eleitoral.

De acordo com a secretaria, nas últimas 24 horas, a taxa de crescimento no número de casos foi de +1,1% e de recuperados +0,8% (2.858). O boletim epidemiológico ainda contabiliza 20 óbitos que ocorreram em datas diferentes. O número total de mortes desde o início da pandemia é 8.227, o que representa uma letalidade de 2,06%. Segundo a Sesab, são 398.504 casos confirmados desde o início da pandemia. Desses, 379.965 já são considerados curados e 10.312 encontram-se ativos.

A secretaria informou que entre as mortes, 56,36% ocorreram no sexo masculino e 43,64% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,65% corresponderam a parda, seguidos por branca com 18,21%, preta com 14,87%, amarela com 0,72%, indígena com 0,11% e não há informação em 11,45% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,72%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,00%).

O boletim completo está disponível no site da Secretaria de Saúde e também em uma plataforma disponibilizada pela Sesab.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta