Covid-19: Pandemia é implacável com os americanos

Pandemia ameaça varrer mais de 100 mil americanos do país (Imagem: Contraprosa)

A Bahia registra 884 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 8,86% do total de casos notificados. Até o momento, 5.267 casos foram descartados e houve 28 óbitos, sendo 15 no município de Salvador e 13 nos municípios de Lauro de Freitas (2), Gongogi (1), Itapetinga (1), Utinga (1), Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (1), Ilhéus (1), Belmonte (1), Vitória da Conquista (1) e Itapé (1). Um caso confirmado que anteriormente havia sido notificado como Bom Jesus da Lapa tem como registro do provável local de infecção a cidade de Salvador. Um dos óbitos que estava sendo registrado em Ilhéus é de uma paciente residente em Itapé. Um dos contaminados da cidade de Nova Soure, na verdade, reside em Salvador. Portanto só foi registrado apenas um caso. 

Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta quarta-feira (15). Ao todo, 218 pessoas estão recuperadas e 99 encontram-se internadas, sendo 38 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Os casos confirmados estão distribuídos em 83 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (58,71%). Quanto ao sexo dos casos confirmados, 494 (55,88%) foram do sexo feminino. A mediana de idade foi 42 anos, variando de 4 dias a 96 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 28,28% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 habitantes também foi maior nesta faixa etária (108,97/ 1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer passou a ser maior entre os adultos jovens, seguida da faixa de 50 a 59 anos (101,83/ 1.000.000 habitantes), segundo boletim da Sesab.

Em Sergipe, a SES – Secretaria de Saúde do Estado informou um caso nesta quarta-feira (15) em São Cristóvão e corrigiu um caso que foi registrado como de Aracaju. Na verdade era da cidade de Nossa Senhora do Socorro. Assim, o estado vai a 48 casos e quase uma semana sem novas mortes.

No mundo, a pandemia centra forças contra os americanos. O número de mortos lá já é superior ao número de contaminados no Brasil. A doença toma proporções gigantescas e coloca os Estados Unidos em risco de ultrapassar as prováveis mais de 100 mil mortes. Hoje, a marca de 30 mil foi ultrapassada. 

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta