Covid-19: Quem se cuida, caso seja contaminado, doença será mais branda

Quanto maior a exposição ao vírus, maior será a gravidade da doença (foto: G1)

O portal O Antagonista divulgou hoje que o virologista Átila Iamarino comentou no Twitter o novo estudo de Oxford que estabelece uma relação entre medidas de distanciamento social e a gravidade da Covid-19 desenvolvida por adultos jovens. Segundo ele, o “resultado é fantástico e, se for replicado, pode mudar o curso da Covid-19”. Átila afirma que “separaram soldados suíços em dois grupos. No grupo que seguiu distanciamento social, infectados não desenvolveram Covid. No grupo sem distanciamento, 30% teve complicações. Isso dá suporte par a noção de que a severidade da Covid tem a ver com a dose também.”

Ou seja, quem tem contato com uma carga viral maior do novo coronavírus acaba desenvolvendo uma “inflamação mais rápida e mais séria”. Resumindo, quem se cuida mais tem probabilidade, case seja infectado, de pegar a doença na forma mais branda. “Aí, com a máscara e com distanciamento, a dose é menor e a doença mais leve”, diz Iamarino. Para ele, o estudo também ajuda a explicar o aumento recente de casos sem um aumento correspondente de mortes. “Além de mais testes e de tratamentos melhores, se quem contraiu o vírus tava se protegendo, poderia ser uma Covid mais leve. Se confirmado, conseguimos abaixar a letalidade da Covid!”, revelou.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta