Deputado Targino Machado tem mandato cassado pelo TSE

Targino Machado teve mandato cassado por unanimidade no TSE (foto: Salvador Notícias)

Dois anos depois, num país onde a Justiça brinca com o tempo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou, por unanimidade, finalmente, o mandato do deputado estadual Targino Machado (DEM). Os sete ministro votaram nesta terça-feira, 6, favoráveis à cassação do mandato do médico atuante em Feira de Santana, conforme informações do jornal A Tarde.

Targino é acusado de abuso de poder ao realizar atendimentos médicos em Feira de Santana. Curioso é que o deputado chegou a ser absolvido no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), mas o Ministério Público Eleitoral, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE-BA), recorreu contra decisão e levou as acusações ao TSE. Em investigação, o MP Eleitoral apurou que político se valeu da sua condição de médico para realizar atendimentos gratuitos para a população de Feira de Santana, com o intuito de angariar votos para sua campanha, em 2018.

Ainda conforme as investigações, a população era atendida em clínicas clandestinas em Feira de Santana e, de lá, transportada para os municípios de Cachoeira e São Félix, onde tinham acesso, irregularmente, a serviços de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS). A denúncia foi apresentada pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia. Targino não foi e não será o único, ou o último, a fazer isso para se eleger, mas o problema é que ele era ferrenho opositor do governo e pagou caro por agir de forma errônea.

Com a decisão, o primeiro suplente Thiago Correia (PSDB) deverá efetivar o mandato. Correia atualmente ocupa a vaga do secretário de Saúde da capital baiana, Leo Prates (PDT) e tem domicílio em Vitória da Conquista. Targino, depois de saber o resultado, disse que foi vítima da força política dos poderosos e que a vitória era dos corruptos. Jamais admitiu que errou, sempre se colocando como vítima das forças eleitorais superiores. Se o que diz fosse verdade, não teria vencido no TRE da Bahia.  

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta