Enfermeira denuncia Fake e mostra o perigo que é o Covid-19

O nome dela é Ana Cássia Tupiniquim. Ela foi vítima de Fake News. As imagens que ela fez dia 21 de março foram postadas na Internet como 21 de abril para alimentar o fanatismo daqueles que acham que a quarentena é um absurdo. Não só mentiram mudando a data como ainda mudaram o seu nome. Como mentira pouca é falsa, ainda disseram que ela havia sido demitida pelo Governador Rui Costa. Tudo para fazer politicagem com a desgraça alheia. Ana Cássia é enfermeira do Couto Maia, em Salvador, e uma das mulheres que, com fé infinita, arrisca a vida todos os dias para salvar vidas. Veja o seu depoimento no vídeo, principalmente se você ainda tem dúvida do perido que é o Covid-19.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta