Fátima volta a fechar comércio e proibir feira livre

Casos de Covid-19 disparam em Fátima e prefeito fecha comércio.

O prefeito de Fátima, Manoel Missias Vieira, o Sorria, baixou novo decreto municipal endurecendo as medidas de isolamento social. A partir da quarta-feira (12) até o dia 22 de agosto só funcionarão supermercados, farmácias, padarias, frigoríficos, postos de combustíveis e serviços de urgência. Não será permitido nem mesmo serviços de entrega, o sistema “delivery”. Também as aulas continuam suspensas por mais 30 dias e muitas repartições públicas serão fechadas. Todas as feiras municipais, festas, eventos e derivados estão suspensos por prazo indeterminado e os cultos religiosos podem ter presença física de apenas 10 pessoas. A medida se tornou necessária porque o município atingiu a marca dos 104 casos e 3 óbitos.

Curioso é o distanciamento dos números divulgados pela prefeitura em relação aos números divulgados pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, a Sesab. No boletim de ontem (09), Fátima aparece com 74 casos apenas e não há registro de nenhuma morte. Até mesmo os números de casos ativos estão destoantes. O Boletim do município diz 46 e o da Sesab fala em apenas 8. Esta não oficialização dos números acaba gerando desconfiança e alimentando o negacionismo em torno da pandemia, inclusive permitindo que boatos, como o de que só se morre hoje de Covd-19 na Bahia, aumentem. Se essa quantidade de represamento dos números de óbitos continuar, significa que os mortos no estado estão bem abaixo da realidade. Para ver o boletim oficial da Sesab, CLIQUE AQUI.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta