Homem morre afogado no povoado Tijuco

Zé de Hilário tinha 28 anos e morreu afogado (imagem: divulgação)

Quebrando o isolamento social, um grupo de pessoas resolveu tirar a tarde deste sábado (04) para se divertir numa pequena represa de água localizada na BA 393, a menos de 200 metros do povoado Tijuco, no município de Heliópolis, na pista que segue para a BR 110. Todos bebiam e tomavam banho. Pouco depois das 18 horas, quando já escurecia, um dos participantes do encontro resolveu dar o último mergulho. Como já estava embriagado, um colega chegou a pedir que não entrasse mais na água porque já era tarde e todos estavam indo embora. Não adiantou. Segundo informações, o amigo ainda tentou salvá-lo, mas já tardava. A vítima era conhecida por Zé de Hilário, filho de Seu Hilário e Dona Kiki, moradores do povoado. Tinha 28 anos e não era casado. A morte de Zé de Hilário chamou atenção e levou uma multidão ao local, causando grande aglomeração. A polícia foi chamada para colocar ordem e o IML foi comunicado para recolhimento do corpo e exame de rotina. A família ainda depende da liberação do corpo para marcar o horário do enterro.

Colaborou: Vítor Marrocos

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta