Início do ano letivo marcado por paralisação

CEJDS promove abertura do ano letivo e pode enfrentar paralisações nesta terça e quarta. (foto: Landisvalth Lima)

Todos sabemos que professor tem salário baixo, mas, logo após iniciar o ano letivo, numa semana antes do carnaval, promover uma paralisação de dois dias, terça-feira (18) e quarta (19), é dizer aos alunos que só teremos aulas depois da festa de momo. Foi isso que a APLB decidiu em sua primeira Assembleia Estadual este ano, por votação. Os professores não são obrigados a aderir, mas muitos só estavam esperando a senha para enforcar esta semana. O Colégio Estadual José Dantas de Souza iniciou suas atividades nesta segunda-feira (17) e entregou os certificados aos concluintes de 2019.

A motivação feita pela direção da escola não melhorou o clima de desânimo do alunado. Foi só a banda Controversa começar a tocar, mostrando a dedicação de alunos da própria escola à música, sem que a direção da escola permitisse, um portão foi deixado aberto. Isso foi suficiente para os alunos saírem para as praças. As aulas da tarde não foram concluídas. Poucos parecem levar a sério a educação, aí incluem os estudantes, justamente agora que a escola conseguiu passar a ser em tempo integral. Parece que vamos perder novamente esta oportunidade. Ou acabamos com os vícios ou a escola pública não vai ser jamais de qualidade. É preciso entender que a greve é uma arma contra as injustiças, mas usada em excesso pode ser o veneno fatal que debelará o sistema educacional público.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta