João de Oliveira

João de Oliveira

João de Oliveira – João Manoel de Oliveira – Juca Caria. Nasceu em 16.04.1916 – em Poço Verde, Fazenda Rio Real. Morreu em 02.02.1991, sepultado no Cemitério da Santa Cruz, em Poço Verde.  Filho de Manoel Zacarias de Oliveira e Ana Oliveira. No Colégio Tobias Barreto, em Aracaju, 1936, formou-se em Ciências e Letras. Chegou a estudar Engenharia Civil, em 1940, em Salvador. No ano seguinte volta a Poço Verde e vira professor e comerciante. Em 1945 casa-se com Altair da Fonseca Oliveira. Em 1946 funda a academia literária Grêmio Recreativo Barão do Rio Branco. É eleito prefeito de Poço Verde em 03.10.1954. Sob a presidência do vereador José Belo do Nascimento, foi instalado o município de Poço Verde e empossado João Manoel de Oliveira como o 1º prefeito. Em 1967 foi candidato a vereador, o mais votado, renunciando em seguida. Exerceu funções de Juiz de Paz, Presidente do Sindicato Rural Patronal, professor, diretor das escolas Sebastião da Fonseca e Epifânio Dória. A única escola de ensino médio da cidade recebe o seu nome.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta