Natã Santana lança Judiaria, livro de contos

Natã Santana lança seu 2º livro. Judiaria – Contos para ler antes de se apaixonar (foto: Landisvalth Lima)

Heliópolis é uma cidade abençoada. Onde menos se imaginaria o surgimento de artistas da palavra, eis que brotam do seu solo arenoso, tostados pelo sol causticante, manipuladores lúdicos da palavra. Desnecessário lembrar Helvécio Pereira de Santana, um eterno Santo da poesia musical, e outros menos famosos, mas com talentos e rebeldias. Entretanto, preciso dizer que seria uma judiaria não apresentar para o mundo esta nova flor da terra do sol. Sim, não posso mais tratá-lo como semente. Já brotou, vingou e lançou o

Natã Santana lança livro com 13 contos

seu segundo livro. O nome dele é Natã Santana.

Judiaria – Contos para ler antes de se apaixonar, foi lançado por Natã Santana em Aracaju, na última sexta-feira de outubro. O livro tem o selo da Editora do IFS – Instituto Federal de Educação e apresenta, além de Natã, mais dois autores. É que deveria ter alguém do quadro funcional do IFS como membros do projeto, mas todos os 13 contos são de autoria do escritor heliopolense. Sobre eles, é o próprio autor quem dá a dica: “são histórias com complicados embaraços amorosos”.

Os contos são Feliz aniversário, O último bilhete, Relacionamento a três, A mulher mais bela do mundo, Adeus, Formandos, A primeira semana da primavera, o pacto, Solto vital, O garotinho do metrô, Escapismo, Uma noite com Vânia e O último dia de solidão. Todos os contos são antecedidos de imagens de alguma forma ligadas às histórias, o que dá ao livro certa leveza e atração.

Natã Santana de Sousa é atualmente professor de Inglês do Colégio Estadual José Dantas de Souza, mas por pouco tempo. Já foi aprovado em concurso público no estado do Ceará. Vai viver em Juazeiro do Norte, a capital do Cariri. Lançou seu primeiro livro – O Epitáfio – pelo Clube dos Autores, estilo romance (leia O Epitáfio ). Natã foi estudante do CEJDS e se formou em Letras Português-Inglês na UFS – Universidade Federal de Sergipe- e, por alguns meses, não pode se inscrever no concurso do Estado da Bahia, por ainda não ter concluído o curso. O Ceará teve mais sorte.

Quer um aperitivo de Judiaria – contos para ler antes de se apaixonar? Reservamos para você O último bilhete. Para ler, dê um clique A Q U I.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta