Ônibus de Poço Verde capota e deixa 30 feridos

O ônibus da prefeitura de Poço Verde tombou nas proximidades do povoado São José (foto: Divulgação)

O portal Infonet, de Aracaju, em reportagem feita pela jornalista Cassia Satana, noticiou que o micro-ônibus, que transportava pacientes assistidos pela Prefeitura de Poço Verde, tombou na manhã desta segunda-feira, 26, e deixou um grupo de cerca de 30 pessoas feridas. O acidente foi registrado pela própria Prefeitura do Município pouco antes das 5h da manhã, no povoado São José, cerca de 14 quilômetros da sede do município.

Segundo o prefeito, Everaldo Iggor Santana de Oliveira (PSC), o veículo pertence ao município, utilizado com frequência para transportar pacientes que necessitam seguir para Aracaju para realização de exames que não são disponibilizados na rede municipal de saúde.

Além dos pacientes, havia também pessoas que acompanham os pacientes que necessitam do atendimento médico. Os ocupantes do veículo, segundo o prefeito, sofreram ferimentos classificados leves. Eles foram conduzidos para a unidade de saúde do próprio município e a grande maioria já recebeu alta, conforme informações do prefeito.

Duas pessoas continuam em procedimento médico. Um senhor, que continua na unidade de saúde do município aguardando resultado de um raio X, e uma mulher, contratada em cargo comissionado da prefeitura, que acompanhava os pacientes, seguiu para Lagarto onde está sendo submetida a uma ultrassonografia, de acordo com o prefeito.

Problema nas rodas

O prefeito informou que o acidente ocorreu porque as rodas dianteiras travaram. “O micro-ônibus quase parou na pista, mas tombou”, conta o prefeito. As causas dessa falha nas rodas ainda não foram identificadas. O prefeito informou que o veículo tem passado por manutenção constante e que a última ocorreu no sábado. Há uma equipe fazendo avaliação no veículo para identificar a causa, conforme o prefeito.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta