Operação busca suspeitos da morte de 2 policias em Umbaúba-SE

Os policias Marcos Luís Morais e Fábio Alessandro foram mortos em emboscada (foto: NE Notícias)

Os policiais civis Marcos Luís Morais, conhecido como ‘Rasta Talibã,” e Fábio Alessandro Pereira Lopes foram as duas vítimas fatais de uma emboscada registrada na manhã da última quinta-feira (17), no povoado Barrinha, município de Umbaúba. Os policiais estavam lotados em Estância e cumpriam diligências na cidade, quando foram alvejados sem chance de reação. Os suspeitos fugiram. Logo após os fatos, uma grande operação foi montada com todas as corporações – militar, federal, rodoviária federal e civil – do estado, contando também com policias da Bahia, com intuito de formar um cerco e impedir a evasão da região por parte dos suspeitos.  

O delegado-geral da Polícia Civil, Tiago Leandro, está coordenando diretamente as investigações que apuram o duplo homicídio. Já o Coordenador das Delegacias do Interior, delegado Jonathas Evangelista, se deslocou para Umbaúba e está acompanhando pessoalmente as investigações. Até agora, seis suspeitos de envolvimento na morte foram presos na operação deflagrada para apurar o homicídio praticado contra os agentes da Polícia Civil, durante diligências investigativas de crimes contra o patrimônio em Umbaúba. Cinco homens, que resistiram à abordagem policial, foram mortos.  Os feridos fora atendidos no Hospital de Cristinápolis.

Os que já estão presos foram identificados como Sérgio Cordeiro de Oliveira, 36 anos; Gilmar Cordeiro Oliveira, 37; Dalvan de Oliveira, 31; Antônio Marcos de Oliveira, 42; Roberta Gama de Oliveira; 29; Sueli Cordeiro, 49 e Adenilton Oliveira Mota, 29 anos. Dos cinco que entraram em confronto com as equipes policiais e vieram a óbito, três foram identificados: Alonso de Oliveira, 51 anos; Marcone da Gama Oliveira; e Rui de Oliveira, 46. For também apreendidos uma pistola .40 PT 100, ABJ906340; um revólver 38 Rossi, J258154; uma pistola 380, Taurus, KSC 24611; um revólver 38 Taurus, 0A188755; dois revólveres calibre .38; uma espingarda calibre 12, 362186; e uma garrucha e ainda dois veículos, um VW Polo, placa IAB-8G09 e um Fiat Uno, placa OEM-5F48.

Fontes: O Papa Jaca, NE Notícias.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta