Os Barões da Pisadinha têm 2 músicas entre as 50 mais ouvidas do mundo

Rodrigo Barão e Felipe, de Heliópolis para os terreiros do mundo (foto: Divulgação)

Uma região rica em talentos musicais, o Nordeste da Bahia já teve e tem grandes nomes no cenário baiano e nacional, a exemplo de Pedro Sertanejo, de Euclides da Cunha, pai de Oswaldinho; Ivete Sangalo, de Juazeiro; Negrão dos 8 baixos, de Água Fria; Gereba, de Monte Santo; João Santana (que era músico e compositor da banda Bendengó com Gereba), de Tucano; Tom Zé, de Irará; Vicente Barreto (autor de Tropicana, sucesso de Alceu Valença), de Serrinha; Carlos Pita, de Feira de Santana; Vecinho, de Heliópolis; Zelito Miranda, de Serrinha; Roze, de Tucano; Wilson Aragão, de Piritiba; Fábio Paes, de Serrinha… A lista é enorme e aqui está incompleta. Tirando Ivete Sangalo, já consagrada mundialmente, nenhum deles alcançou sucesso tão repentino quanto a dupla de músicos de Os Barões da Pisadinha, composta por Rodrigo Barão, natural do povoado Raspador, em Ribeira do Amparo, e Felipe Santana, natural de Heliópolis, e sobrinho de Helvécio Pereira Santana – o Vecinho.

A dupla se apresentou mais uma vez no programa Encontro, de Fátima Bernardes, da Rede Globo de Televisão, nesta segunda-feira (04). Os Barões da Pisadinha já é sucesso nacional, tanto pelo talento da dupla como pelo estilo musical. Os dois amigos começaram em Heliópolis a tocar juntos e o nome da banda era Barões do Forró. Começaram como todos os outros, de festa de casamento a bares. Não fosse a pandemia, já estavam em apresentações pelo mundo afora. Não é exagero. Os Barões da Pisadinha tiveram a música mais tocada no mundo durante a virada para 2021. O levantamento não é nosso. É do site Splash. A canção mais tocada deles é Recairei, a mais executada no Deezer na meia-noite do dia 31 de dezembro, desbancando Blinding Lights, de The Weeknd, e Basta Você Me Ligar, também de Os Barões da Pisadinha. Achou pouco? A dupla emplacou ainda, no sábado (02), duas músicas na lista das Top 50 Global do Spotify Global. Numa visão mais geral, Os Barões da Pisadinha aparecem cinco vezes no Top 200, começando no 28º lugar, com Recairei, a música brasileira mais reproduzida no mundo, com mais de 1.635.175 de streams. Os números alcançados no primeiro dia do ano colocam a dupla em primeiríssimo lugar no Spotify Brasil. Depois de Recairei, em 28º lugar no mundo, também aparecem Basta Você Me Ligar (50º), Tá Rocheda (90º), Amor de Despedida (97º) e Ele é Ele, Eu Sou Eu (114º).

A casa de Os Barões da Pisadinha hoje é o mundo.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta