Pesquisa IPESE indica reeleição de Edvaldo Nogueira em Aracaju

O eleitorado de Aracaju optou em não mudar nada nas eleições municipais deste ano. Pelo menos é o que indica a última pesquisa feita pelo IPESE – Instituto de Pesquisas Sociais e Estatísticas, que crava Edvaldo Nogueira (PDT) como franco favorito. Sabe-se bem que as pesquisas indicam o momento, mas esta foi finalizada nesta quinta-feira (26) e a distância é muito grande entre os dois concorrentes. Inclusive, vários eleitores da Delegada Danielle Garcia (Cidadania), que seria a grande renovação política de Aracaju, para o bem ou para o mal, admitem na própria pesquisa que a vitória está no colo do atual prefeito de Aracaju.

Os números são estes:

Na Espontânea, Edvaldo tem 49,6% – Delegada Danielle aparece com 33%. Veja o quadro completo:

Na pesquisa Estimulada, Edvaldo aparece com 50,5% e Danielle vai a 34,1%. Os números bem próximos de ambas as pesquisas indicam que o eleitorado conhece bem os dois nomes. Veja:

No item Rejeição, nenhum dos candidatos apresenta números que passem dos 50%, mas a Delegada chega a 46%, muito próximo. O prefeito está confortavelmente posicionado nos 31,3%.

O IPESE foi o mesmo instituto que cravou a eleição de Binho de Alfredo em Fátima. É verdade que nem sempre os números se confirmam porque o cenário sempre está em constante mudança. É verdade também que se trata de uma previsão, mas, no caso de Aracaju, onde há pouco a ou quase nada da chamada compra de votos, ou previsão negativa de algum fenômeno social inesperado, os números tendem a se confirmar. A pesquisa ouviu 819 eleitores, com visitas a domicílio em inúmeros bairros da capital sergipana, nos dias 25 e 26 de novembro, por AAE – Amostra Aleatória Estratificada. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é de 3,43%. O responsável é o sociólogo Adailton Batista e o matemático/estatístico é Marcos Flaviano Matos Soares.

  

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta