Poucas & Boas 2019.13

2020 já começou!

Tiago Andrade com Valdir do Bujão e amigos. Arrancada para 2020 (foto: Landisvalth Lima)

Ivan de Ildinho pode dizer que a corrida para as eleições de 2020 começou na sua já consagrada cavalgada. No último domingo (08), três frentes se formaram. A primeira foi comandada por Tiago Andrade em sua chácara no bairro Santos Dumont. Lá estavam seus apoiadores, inclusive aqueles da oposição que antecipadamente abraçaram a candidatura do professor e oficial de justiça. O nome que deu peso na foto foi do ex futuro prefeito de Heliópolis Valdir do Bujão, com seu filho e tudo o mais. A segunda frente foi formada por Beto Fonseca em sua residência. Lá se reuniram os apoiadores do grupo do prefeito. Presente estava o deputado federal José Nunes. A terceira e última se formou na chácara de Ivan. Lá o povo só queria curtir um pouco a vida e ouvir histórias de vaqueiros.

PSD sob pressão

Que o PSD já engole a candidatura de Tiago Andrade não se tem mais dúvida. O problema agora é convencer o grupo a ficar todos os seus membros debaixo de um só guarda-chuva. Claro que o deputado José Nunes quer que fiquem no PSD de Otto. João de Deus, presidente do PDT, quer que o guarda-chuva seja o PDT de Félix Mendonça. Para a vereadora Ana Dalva, se a questão é ficar todos num lugar só, a Rede Sustentabilidade está à disposição. A questão é que todos querem ser cacique de tribo e o grupo de Ildinho é uma colcha de retalhos. A ideia que parece prevalecer é que o grupo terá duas frentes: PDT e PSD.

Família quer ser vereador

Depois de se iludir com o ex-prefeito de Heliópolis Zé do Sertão, defendê-lo arduamente e ser esquecido como bezerro desgarrado numa candidatura a vereador, Gilmário Sousa, conhecido em Heliópolis por Família, agora está em Poço Verde e quer chegar ao parlamento da cidade. Nascido na serra da Vaca Brava, hoje faz programa diário na Rádio Poço Verde FM e diz estar colado com Toinho de Dorinha. Populista, afeito a um socialismo militante de apelo às lutas populares, chegou a colocar no nome a alcunha Lula. Perguntado se Toinho o apoiaria, Gilmário recuou de uma resposta taxativa, mas disse que sua influência hoje em Poço Verde já o credencia a receber bons apoios.

Esquecer a 3ª via

Foi o próprio Gilmário quem se lembrou da promessa de Iggor Oliveira de dar a entrevista ao Contraprosa. Ele foi testemunha do diálogo. Lembrou o comunicador que o prefeito de Poço Verde também marcou com a Poço Verde FM e lá não foi. Sobre os candidatos aa prefeito, Gilmário diz que não haverá terceira via. Nem mesmo Barracão vai topar tal sacrifício. E se o senador Alessandro Vieira disputar o governo, não seria a vez de Lourinaldo Lisboa? Gilmário diz que Loro será vereador e Edna Dória será a futura prefeita de Poço Verde. Não há espaço ainda para uma terceira via, afirmou.

Vítor, Van e Fabiano

É salutar na política quando novos nomes aparecem para enriquecer e transformar o cenário político de qualquer lugar. Para as eleições do ano que vem, três nomes parecem despontar para o pleito, embora eles ainda não tenham confirmado as candidaturas. Vítor Marrocos, do povoado Tijuco, Van da Barreira e Fabiano Gama sempre são pontuados como grandes promessas de candidaturas para vereança. O único que já experimentou o gosto foi Van da Barreira. Este parece querer recomeçar e disse que vai para o PDT de João de Deus.

Novela salarial da Ribeira

O embate entre os professores e o prefeito de Ribeira do Amparo, Germano Santana, parece uma novela mexicana de centenas de capítulos. O impasse continua. Nas redes sociais só aparecem palavras como arrependimento, traição, incompetência, sem falar nos impropérios. Os professores reclamam, entre outras coisas, de aumento salarial. O ano de 2019 vai acabar, mas o impasse na Ribeira deve continuar por longos meses.

Ricardo Maia, Mendonça e a pesquisa

Mendonça vai prestigiar o PT no PED 2019 (foto: Facebook)

Pode até ser fake, mas rola em Heliópolis que uma pesquisa feita no município teve a marca financeira de Ricardo Maia, prefeito de Ribeira do Pombal. Um agente pardal infiltrado disse, e não pediu segredo, que não vazaram os números porque a coisa não estava boa para o candidato Mendonça, principalmente porque ele desaba no povoado Tijuco, onde seria o seu reduto eleitoral. O candidato do PC do B venceu Ildinho lá por mais de 150 votos, maior diferença em todo interior do município.

Avaliação de um ex-vereador

Em off, um ex-vereador disse que, por proximidades familiares, votará em Mendonça, caso ele seja candidato. Entretanto, sabe que o mar está para o vereador Doriedson. Assim a eleição ficaria disputada. Para ele, Tiago Andrade está numa candidatura que parece um rolo compressor, sendo difícil tirá-la da boca do povo. Ele mesmo estaria propenso a votar no oficial de justiça, caso Mendonça não seja o candidato. E concluiu dizendo que não adiantava fazer política contra a vontade do povo. Avaliação à parte, só não se deve colocar “vontade do povo” como nome de coligação. As recordações não são nada boas.

Quem te viu e quem te vê

Dá pena ver o hoje o Partido dos Trabalhadores de Heliópolis. Quando não tinha representação, era talvez o partido mais aguerrido do município. Hoje é um arremedo. No último domingo (8) aconteceu o PED 2019 para a escolha dos delegados que representarão o diretório municipal e as etapas estadual e nacional do processo eleitoral do partido neste ano de 2019. Mesmo com vice-prefeito, deputados, governador e o tão falado Lula, o fato passou quase desapercebido. Não fosse o ex-vereador Mendonça, que passou lá para uma visita prestigiosa, tudo ficaria na gaveta do esquecimento.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta