Poucas & Boas 2020.02

Samba de Moça Só em Heliópolis

Na foto maior, Samba de Moça Só e a banda Controversa. Na menor, Dona Nandinha ladeada da filha Bernadete, de Pétala e as meninas do Samba de Moça Só. (fotos: Landisvalth Lima)

A banda Samba de Moça Só veio a Heliópolis só para pagar uma promessa. É que Pétala Tâmisa, filha da vereadora Ana Dalva, baixista do grupo, prometeu trazer a banda no dia que sua avó, Ana Batista dos Reis, completasse 90 anos. Não deu outra. Além de Samba de Moça Só, outra banda, a Controversa, ajudou nos desejos de muitos mais anos de vida e felicidade da matriarca dos Reis, na última sexta-feira (07). Após os parabéns e o corte do bolo, rolou muito samba. No fim, as duas bandas se juntaram e foi muita zoada. Dona Nandinha, como é mais conhecida a viúva de Julinho Reis do povoado Farmácia, disse às filhas que “isso sim é que é um aniversário!” O som ficou a cargo de Alaelson do Acordeom.

Briga pela vice de Eriksson

Eriksson é o indicado de Ricardo Maia para prefeito (foto: Facebook)

E por falar em coisa do passado, o prefeito de Ribeira do Pombal capricha no mais do mesmo e lança o nome de Eriksson Santos Silva para sucedê-lo na administração. O escolhido é do PSD e já foi secretário de administração do ex-prefeito Zé Grilo, e secretário também de Ricardo Maia na primeira gestão. Para prestigiar os vereadores, o prefeito de Pombal deixou a cargo dos edis à escolha do vice. Segundo o blog do Joilson Costa, já anunciaram a intenção de disputar a indicação até o momento os vereadores Rone de Zé Careca, Zé Valdo, Marcelo Brito, Fábio/Nadja e Natan Brito. O que está emperrando é a gulodice de alguns. Por exemplo, ir para vice, mas indicar alguém da família para ser candidato a vereador ou ter uma secretária. Quer o bolo, a cereja, os parabéns e a beatificação. São 12 vereadores eleitos e mais uns 30 querendo um lugar na Câmara. O espaço precisa ser ampliado. Quem for para vice só será vice!

E por falar em mesmice…

O PT monta estratégias para as eleições deste ano (foto: Jeremoabo.com.br)

O PT promoveu o seu encontro territorial em Cícero Dantas, no último sábado (08). Todos os 16 municípios marcaram presença. O desafio agora é organizar o partido para as eleições de outubro deste ano. Marcaram presença o Presidente do PT Estadual, Éden Valadares; a Deputada Fátima Nunes, o Secretário Estadual Josias Gomes e o Deputado Joseildo Ramos. Estava lá também o candidato a prefeito de Heliópolis, José Mendonça Dantas, do PCdoB. Isso nos leva a pensar que o chapão em Heliópolis será no PT. Está rifado o PCdoB? Achamos que sim. A chapa dos sonhos de Mendonça leva dois cincos na cabeça com um 13 na reserva. Mas o PT bem que queria a cabeça. Isto não está descartado. A luta também é reeleger seus prefeitos na região. Tudo é possível, mas muitos estão com a popularidade em baixa. De todos, ninguém consegue vencer Germano Santana na impopularidade. Está mais para Haddad que para Rui Costa.

Quase um santo!

Estamos perdidos com o STF e STJ. Outrora, não permitiram a prisão preventiva de um sujeito com a seguinte ficha, talvez um quase santo: “Seria um dos líderes de organização criminosa com atuação nas comunidades da Muzema, Rio das Pedras e arredores. A ele caberia, em tese, a atribuição de coordenar e manter sob controle todas as empreitadas criminosas, podendo-se destacar as afetas ao ramo imobiliário (venda e locação ilegais de imóveis; grilagem de terras; extorsão a moradores e comerciantes com  cobranças ilegais de taxas por alegados “serviços” prestados pelo grupo criminoso; ocultação de bens cuja aquisição se daria com proventos das atividades ilícitas; falsificação de documentos públicos; pagamento de “propina” a agentes públicos; atividades de agiotagem; utilização a partir de ligações clandestinas de serviços de água e energia e demais atividades que garantem a dominação dos territórios.” É o histórico criminal de Adriano Magalhães da Nóbrega, aquele que foi morto pela PM da Bahia num sítio em Esplanada. O sítio era de um vereador do PSL e só foi descoberto porque um segurança de Adriano cagoeteou, segundo Maurício Barbosa, secretário de Segurança Pública da Bahia.

Ajudando o inimigo

E o governador Rui Costa deve estar com a cabeça quente por ter feito, sem querer, algo inusitado: ajudar o inimigo. A morte de Adriano Magalhães da Nóbrega, miliciano envolvido com a família Bolsonaro até o dedo mínimo, com a marca registrada da eficiência PM baiana, ajudou sobremaneira a família do capitão. Só para o leitor entender, segundo informou o portal O Antagonista, em 2007, a esposa de Adriano, Danielle, foi empregada no gabinete de Flávio Bolsonaro; em 2016, foi contratada a mãe, Raimunda. Ambas deixaram o cargo em 2018, quando ele foi eleito para o Senado. O Bolsonaro senador deve ter tido uma noite de sono maravilhosa. Só não agradeceram ao governador petista porque seria uma confissão. São capazes até de começarem a divulgar o nome de Rui Costa como o único candidato a presidente pelo PT que eles respeitariam.

É devagar, devagarinho…

Em Heliópolis não aconteceu nada de diferente nestes dias iniciais de 2020. Tudo quase parado. Os políticos aguardam acontecimentos mais decisivos, esperam algo que mexa com as bases para surfar na maionese. Não projetam, esperam; não idealizam, só observam. Não adianta falar com um ou outro. Estão surdos. O mais que se ouve é um “Ainda é cedo”. Estamos a menos de dois meses das definições de partidos, filiações, programas e metas. Ninguém se move. Um fica à espera do outro. Quando alguém resolver dar um pulo, todos pulam. São velhos hábitos, de velhos candidatos ou candidatos velhos, ou ainda de novos candidatos com comportamento de velho. Não que o velho seja ruim, mas ele precisa ser a base para um novo existir. Repetir puramente o passado é não ter ideias para o futuro.

Lula no Vaticano

Muita gente fica perdendo tempo com a visita de Lula ao Vaticano. Começam a defenestrar o Papa Francisco, uns até chamando-o de comunista. É inútil, além de ser revanchismo idiota. A história da igreja católica está repleta de atos de perdão a infiéis, assassinos, ladrões e corruptos. Quem não se lembra da crucificação de Cristo. Vale também lembrar dos vários ex-qualquer-coisa-ruim que as igrejas evangélicas perdoam. Muitos viraram até pastores. É preciso acreditar no arrependimento. Pode ser que Lula lá resolva confessar os pecados e pedir perdão pela oportunidade que perdeu de melhorar, definitivamente, este país.

Jeremoabo de volta

O prefeito Deri de Paloma, segundo texto publicado no blog do Joilson Costa, colocou em dia todos os pagamentos atrasados do funcionalismo público municipal. A prefeitura conseguiu reverter os sequestros e recebeu de volta as quantias retiradas das contas municipais. Agora, se assim continuar, tudo deve voltar à normalidade. Mas é bom aguardar um pouco. Fato é que o prefeito tem apenas alguns meses para mostrar que veio para ser diferente ou apenas mais um dos mesmos.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta