Poucas & Boas: A casa dos 9 mil mortos

Corrupção no caos

Este é Gabriell Neves, o chefe da organização criminosa que tentou desviar 67 milhões com a compra de respiradores no Rio de Janeiro. (foto: G1)

O Ministério Público do Rio de Janeiro e a Polícia Civil daquele estado prenderam nesta quinta-feira (7) Gabriell Neves, ex-subsecretário estadual de Saúde, Gustavo Borges da Silva, Aurino Batista de Souza Filho e Cinthya Silva Neumann. Gustavo substituiu Gabriell Neves no cargo na subsecretaria de Saúde, após sua exoneração em 20 de abril, por suspeita de corrupção na compra de respiradores. Eles tramaram a compra de 300 aparelhos de uma empresa de informática, a Arc Fontoura Indústria e Comércio e Representações Ltda, no valor total de 67,9 milhões de reais. Por se tratar de uma urgência, a única vencedora da licitação emergencial recebeu 10 milhões adiantados. Os 100 primeiros respiradores seriam entregues agora no início de maio, o que não aconteceu. Curioso é que a demissão de Gabriel foi feita para justificar o combate à corrupção, mas colocaram no lugar um membro da mesma orcrim. Coisas do Rio de Janeiro, estado que será destruído pela corrupção. Mesmo em plena pandemia, os corruptos não dão trégua. É pena que o vírus não escolhe o caráter das pessoas quando resolve matar. Esta não é única suspeita contra Gabriell. Até hospitais de campanha estão sendo investigados e já se sabe que ele não agia sem proteção superior. Vamos esperar mais uma delação premiada. A coisa vai engrossar.

Vetando o que autorizou

O presidente Jair Bolsonaro disse que vai atender ao pedido do ministro da Economia, Paulo Guedes, e vetar o reajuste de servidores inserido no projeto de auxílio emergencial a Estados e municípios. Com isso, o discurso do Líder do Governo, deputado Vítor Hugo, de que seguia orientação do governo e não do ministério, foi por água abaixo. Bolsonaro disse que seguia a cartilha de Paulo Guedes, quando estava ao seu lado, mas autorizou a votação na Câmara e no Senado. Antes, o aumento estava restrito apenas aos servidores da saúde, depois passou a ser para várias categorias, inclusive professores. Não será surpresa se o veto não for derrubado pelo congresso.

17 infectados em abrigo de Ipiaú

A Covid-19 está maltratando o município de Ipiaú, na Bahia. Até o meio dia desta quinta-feira (7) havia sido infectados 121 pessoas. Somente na Fundação Casa Lar Dona Deraldina testaram positivo para o novo coronavírus 17 idosos. A informação foi divulgada pela vigilância epidemiológica do município na noite desta quarta-feira (6). Antes, no mesmo abrigo, 40 pessoas – 34 idosos e 6 profissionais – tinham contraído a Covid-19. Duas pessoas já morreram vítimas da doença na cidade, que ainda tem 370 casos suspeitos e 510 pessoas em quarentena.

Vereador ganhará 7 mil reais

É verdade que a coisa aconteceu dia 2 de março deste ano, portanto antes do início da pandemia. É verdade também que o aumento foi bem inferior à inflação do período, saindo de 6.600 para 7.000, mas, definitivamente, não era hora adequada para promover aumento de salários de vereadores. No mínimo, a Câmara Municipal de Poço Verde tomou uma decisão inoportuna. É do conhecimento de todos que um vereador em nossa região é mais um assistente social ambulante que propriamente um edil, mas pegou muito mal o reajuste, quando salários de servidores sofrem atrasos e uma crise econômica paira sobre todos. Além disso, 6.600 reais não é exatamente um salário baixo. Dava para segurar um pouco mais. Dar exemplo é sempre saudável.

Eleições podem acontecer sem comícios

Este ano poderemos ter eleições exclusivamente pelas redes sociais. Há uma proposta que ganha corpo de proibir aglomerações e promover um pleito somente virtual. Há possibilidade ainda de que o tempo de campanha seja reduzido para 15 dias. Será algo inédito. A proposta ganha corpo, inclusive com possibilidade de ser realizado em dezembro. A outra ideia de unificação das eleições em 2022, com prorrogação dos atuais mandatos, não foi totalmente descartada e ganhara adeptos caso a pandemia ultrapasse todas as previsões otimistas. Há quem diga que, se todos respeitarem o distanciamento social, não haverá nem mesmo necessidade de adiar a data do pleito, inclusive sem proibir os comícios. Aguardemos, pois.

Multa de 1 mil reais em Paulo Afonso

O prefeito de Paulo Afonso, Luiz de Deus, radicalizou no controle do novo coronavírus e determinou uma multa de R$ 1 mil para quem não usar máscaras nos limites do município. O uso da proteção facial deve ocorrer nas vias públicas, em transportes coletivos, estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços em geral. O prefeito, inclusive, é um dos oito infectados pelo novo coronavírus na cidade. A medida foi publicada no Diário Oficial do município na última terça-feira (5) e vale durante todo o estado de emergência. Paulo Afonso tem 8 casos de Covid-19, com 134 notificações. Existe um total de 24 registros suspeitos, 134 descartados, 5 em aguardo de resultado e 362 pessoas são monitoradas.

Sérgio Moro golpeia Bolsonaro

O ex-ministro Sérgio Moro colocou o presidente Jair Bolsonaro num beco sem saída. A gravação da reunião em que o presidente deixou claro de que queria intervir na Polícia Federal vai dar uma dor de cabeça infinita aos membros do Palácio do Planalto. Se a gravação não aparecer será decretada Obstrução de Justiça; caso apareça, ficará claro a tentativa de interferência do presidente na PF. Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come ou malandro demais se atrapalha. Bolsonaro estava acostumado a tratar com milicianos e desprezou 22 anos de magistratura de um homem que condenou a elite empresarial corrupta do país e dezenas de políticos quase intocáveis. Perdeu, Capitão!

Ribeira do Pombal na liderança

Depois de Paulo Afonso, Ribeira do Pombal lidera em número de casos de Covid-19 na nossa região. Já são 4 contaminados, com um óbito. Os registros já parecem nos relatórios da Sesab. Mas está longe de imaginar que tudo parará por aí. Ainda há quase uma dezena de casos suspeitos, aguardando resultados de exames. Além disso, o povo está na rua. Não há distanciamento social aceitável. As filas na Caixa Econômica e Lotéricas tiram qualquer esperança de que a coisa vá melhorar. Verdadeiramente falando, Ribeira do Pombal é uma bomba biológica do novo coronavírus.

O incorrigível Bolsonaro

Não adianta o ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, dizer que a ida do presidente Jair Bolsonaro ao STF, durante a manhã, foi para compartilhar informações levadas por empresários. O grupo se reuniu com o presidente para pedir pela flexibilização do isolamento social em meio à pandemia de coronavírus. Não adiantaram os 1215 óbitos em dois dias, colocando o Brasil no pódio das mortes diárias no mundo, perdendo apenas para Estados Unidos e Reino Unido. Bolsonaro quer o afrouxamento do distanciamento social. Quer que todos voltemos ao trabalho e que morrer faz parte. Está preocupado com o prejuízo momentâneo dos empresários. Povo, pátria, ciência? Estas coisas não têm importância alguma.

Agora e Inês é morta

A secretária especial de Cultura, Regina Duarte, se desculpou por não ter se manifestado publicamente após as mortes de artistas na última semana, Aldir Blanc e Flávio Migliaccio. Teve medo dos bolsonaristas. Agora admite o erro. Tarde demais. Pior, continua sendo hostilizada pelos seguidores de Bolsonaro e perdeu o pouco prestígio que tinha junto aos sensatos. Não é mais nem mesmo namoradinha do 04 de Bolsonaro, que pegou meio condomínio.

Finalmente Aécio Neves é investigado

O jornalista Fábio Serapião, da revista Crusoé, desvenda como a Polícia Federal indiciou Aécio Neves na investigação que apura irregularidades na construção da Cidade Administrativa, sede oficial do governo mineiro. A investigação foi aberta com base nas revelações de delatores da Odebrecht, e outras 11 pessoas também foram indiciadas. Como sempre, o acusado sempre coloca a polícia ou a justiça como antagonistas. A defesa do deputado federal tucano afirmou que “a conclusão da autoridade policial é absurda e contraria as investigações da própria PF”.

Lula não será candidato

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva deu entrevista e afirmou, de forma humilde, que não mais será candidato a presidente da república. Disse que já deu sua contribuição e a idade já não permite mais uma campanha desgastante. O que Lula não disse é que não será candidato porque está inelegível e caminha para sua 2ª condenação em 3ª instância. Ao todo, soma quase 26 anos de prisão por corrupção, e só cumpriu parte da primeira sentença. É quase um santo!

Números da pandemia:

Dados até às 17 horas desta quinta-feira, 07 de maio de 2020:

Mundo Brasil Bahia Sergipe
Contaminados 3.784.085 135.106 4.528 1.214
Mortos 265.415 9.146 165 25

Já somos a casa dos 9 mil mortos.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta