Poucas & Boas: A corrupção, a violência, a mentira e o Homem do baú!

Os corruptos vencem

Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski salvam Vital do Rêgo (foto: Gazeta do Povo)

Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski não querem passar este país a limpo. Na tarde desta terça-feira (01) a Segunda Turma do STF suspendeu a ação penal aberta na segunda-feira contra o ministro do TCU, Vital do Rêgo. Edson Fachin e Cármen Lúcia votaram contra, mas Celso de Mello está em licença médica. O empate favoreceu o réu. Edson Fachin chegou a pedir vista, para dar tempo de Celso de Mello retornar, mas Gilmar Mendes entrou com o pedido de concessão de um habeas corpus de ofício para suspender de imediato o curso do processo. Foi acompanhado por Ricardo. Tudo sempre favorecendo a corrupção. E não adianta o papo de dizer que todos são inocentes até que se prove em contrário. São culpados por antecedência porque não querem apurar. Vital do Rêgo é acusado de receber R$ 3 milhões de propina da OAS para blindar seus executivos na CPI da Petrobras, que presidia em 2014 no Senado. A construtora teria ainda doado mais R$ 1 milhão para o PMDB da Paraíba.

Cabo eleitoral de Kael

TV João Sá Web repercutiu pesquisa cancelada

Repercutiu a Liminar concedida pelo dr. Henrique Gonçalves Trindade que mandou cancelar a divulgação de pesquisa do IFP – Instituto França Pesquisa – que favorecia amplamente o dr. Ricardo, prefeito de Cícero Dantas. Mas ainda é possível encontrar na Internet vídeos com os números da pesquisa, inclusive nas páginas da Band Bahia. Certamente eles ainda não foram comunicados. Em Coronel João Sá, a TV João Sá WEB fez ampla cobertura e o assunto tomou conta da rede. O que seria uma jogada de marketing para alavancar a candidatura do prefeito de Cícero Dantas, serviu de chacota. Há políticos ruins que mentem para administrar e há os piores que nem mentir sabem. A candidatura de Kael recebe a primeira ajuda do seu principal cabo eleitoral: dr. Ricardo.

Convenções

Desde segunda-feira(31), os partidos estão autorizados a fazer sua convenções para escolha dos candidatos às eleições em 15 de novembro. Este ano, o processo pode ser quase que totalmente virtual, mas há procedimentos que devem ser observados. Lógico que aquele brilho do povo vai se perder, mas nada que comprometa a democracia. Normalmente as convenções são feitas nos últimos dias, o que não compromete o processo. A data final será dia 16 de setembro e os registros podem ser feitos até dia 26 deste mês. Numa boa parte das cidades da região teremos apenas 2 candidatos, algumas com três e uma minoria com quatro ou mais nomes.

Violência

Diney prestou queixa e fez exames (foto: divulgação)

Apesar de o pleito este ano se apresentar pacífico até aqui, já houve registro de violência. José Valdinei dos Santos, conhecido por Diney, filho de Abílio Rego, registrou queixa na Delegacia de Polícia de Heliópolis contra Adagilton e Júnior de Neuza. Os acusados, segundo depoimento de Diney, fizeram arruaças em frente à casa de Abílio, que já está com 73 anos e com problemas sérios de saúde. Diney foi procurar os rapazes para entender os motivos da atitude. No relato, Júnior partiu para a agressão motivado por questões políticas, embora já houvesse um outro processo envolvendo Diney e Adagilton por outras questões. Como não dava para enfrentar os dois, Diney correu para não apanhar mais. Não custa repetir: violência não leva a nada. Ela não se justifica, ainda mais por questões políticas.

Nunca pediu desculpa

Outro tipo de violência é a mentira. Quem não se lembra da eleição de 2016, quando o Landisvalth Blog divulgou que o ex-prefeito Aroaldo Barbosa não poderia disputar a eleição como vice-prefeito? Guardamos todas as ofensas que recebemos, a maioria feita por pessoas que não conhecem a lei e são levadas a acreditar nos seus líderes. Mas uma é especial, porque se trata de um vereador que, se não conhece, deveria conhecer as Leis. Bradou nos grupos chamando de “picuinhas políticas”, vociferou contra o grupo adversário chamando de “grupo da mentira” e ainda disse que era tudo desespero. Coisa típica dos que não querem flertar com a verdade. O fim da história todos sabem. E a pior das violências é mentir e, pelo menos, não pedir desculpas depois.

Moção de Aplauso

Os professores Gilberto Jacó e Adilson Nobre receberam Moção de Aplauso da Câmara Municipal de Heliópolis pela conclusão do Mestrado em suas respectivas áreas, na sessão desta segunda-feira (31). A homenagem só foi estranha porque outros professores concluíram seus cursos de mestrado, e até doutorado, e não receberam a honraria. Como quase tudo em Heliópolis é movido pelo interesse de quem homenageia e não pelo interesse comum, ninguém mais se ofende. Questões à parte, os homenageados merecem. Adilson Nobre é um extraordinário professor de História e Gilberto Jacó manda ver na Geografia. Para ser justo, não posso emitir conceito sobre a tese de Adilson, mas a de Gilberto Jacó é sobre a poluição que mata o açude de Heliópolis. Extraordinário estudo para quem desejar salvar a barragem, já em estado de coma.

O Homem do baú faz sucesso em Fátima

O homem do baú

Uma boa sacada de marketing foi criado no município de Fátima: é o Bau do 13. A ideia é do eleitor e animador João Edson. A coisa é acionada toda vez que alguém do lado adversário resolve aderir ao candidato Binho de Alfredo. João Edson faz todo um teatro e sempre deixa para o final do vídeo a carta guardada a sete chaves com a fato da pessoa que aderiu. O criador acabou ficando muito conhecido na cidade. Quando passa pela rua, as pessoas vivem a perguntar a ele quando o baú vai ser aberto de novo. Esta semana ele já preparou a surpresa… Só que vai ficar para o próximo Poucas & Boas. Não estamos ainda autorizados a revelar as adesões.  

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta