Povoado Riacho consolida São João na Roça

Arthurzinho fez sua estreia no São João na Roça do povoado Riacho (foto: Jorge Souza)

A Sétima Edição do São João na Roça no Povoado Riacho foi marcada pela belíssima apresentação da Quadrilha Junina Calor do Sertão, do Povoado Tijuco, que arrancou muitos aplausos do público ao mostrar ritmo, sintonia organização e animação. Foram cinquenta minutos em que os moradores do Riacho puderam reviver momentos de alegria, ao ver a cultura sendo mais uma vez resgatada naquele povoado.

Após a apresentação da Quadrilha Calor do Sertão, a festa teve início no Palco com a Super Banda Forró Brasil, que se apresentou cantando muitos sucessos da atualidade e o autêntico forró das antigas. Foram cem minutos mais de muita música e interação com o público, convidado pelos vocalistas a cantar e se apaixonar.

Na sequência foi à vez de Toty Bahia e banda, que cantou e encantou a todos com um repertorio variado e cheio de estilo. Quando Toty Bahia encerrou a apresentação, Alaelson do Acordeom e Banda iniciaram o show convidando o Público para dançar o autêntico Forró Pé de Serra. A vocalista da banda comandou o espetáculo e foi muito aplaudida pelos presentes.

O relógio marcava três da Madrugada quando Arthurzinho – o Estouradinho subiu ao palco para a alegria das suas fãs, que o aguardavam com muita ansiedade. Arthurzinho não decepcionou o público, cantou e fez a festa com ritmo apaixonante que faz com que todos dançassem agarradinhos. Nem mesmo a chuva que caiu forte na madrugada fez as pessoas parar de dançar e a festa foi até cinco da manhã.

Reportagem: Jorge Souza

Para ver fotos do São João na Roça do povoado Riacho, dê um clique A Q U I.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta