Prefeito de Heliópolis vai para o PSD de Otto e José Nunes

Filiação será dia 31 de maio e Fabinho do Bar se consolida como nome preferido de Ildinho.

Foto do alto: Ildinho, Otto Alencar, José Nunes e Beto Fonseca. Foto de baixo: (Marcelo Nilo, Ildinho, Marcelinho Veiga, Fabinho do Bar e Beto Fonseca. (Montagem: Contraprosa. Fotos do Facebook)

O prefeito Ildefonso Andrade Fonseca – Ildinho, o secretário de finanças Beto Fonseca, filho do prefeito, e o assessor especial Fabiano Dantas estiveram nos dias 13 e 14 de maio últimos, em Salvador, com o senador da República Otto Alencar e com o deputado federal José Nunes. Na ocasião o prefeito foi convidado a migrar para o PSD – Partido Social Democrático. A data da filiação será 31 de maio, com ato de formalização e cerimonial da adesão, em Heliópolis-BA, com a presença de toda a cúpula do partido.

Em nota da Assessoria de Comunicação foi dito que, na ocasião da viagem, o prefeito e sua comitiva também visitaram o gabinete do deputado estadual Marcelinho Veiga (PSB), sem deixar de estar presente o padrinho, e deputado Federal Marcelo Nilo (PSB), que foi chamado de grande parceiro do município. Na pauta das reuniões com as lideranças foram abordadas, mais uma vez, a manutenção da BA 393. Pediram urgência na recuperação. Os deputados prontamente ligaram em viva voz para o secretário de Infraestrutura do estado, Marcus Cavalcanti, que sinalizou dar prioridade à questão.

A nota também afirma que o prefeito e sua comitiva estiveram também no gabinete do conselheiro do TCM, Fernando Vita, assessorado pela PI Contabilidade. Fizeram uma explanação das contas de 2017, que foram rejeitadas. Apresentaram a defesa para tentar reverter o resultado negativo. A decisão deve sair ainda esta semana.

Aproveitando a ocasião, o prefeito Ildinho cobrou do senador Otto Alencar emendas para o município de Heliópolis, principalmente que contemplasse com a quarta e última etapa do estádio de futebol, já que as três etapas iniciais estão garantidas. Evidentemente, o senador se comprometeu a ajudar, via ministério dos esportes, ou até mesmo por emendas parlamentares.

Ildinho foi eleito prefeito de Heliópolis pelo PSC (2012), passou para o PSL e se reelegeu em 2016. Agora que o PSL tem o presidente da república, sai do partido para ir ao PSD. Com a aprovação das chamadas emendas impositivas, é provável que já não se precise mais das benesses presidenciais. A ida do assessor especial Fabiano Dantas, o Fabinho do Bar, é clara demonstração de que ele é o candidato preferido do prefeito. Tiago Andrade e Ana Dalva estão sendo rifados.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta