Professor Clóvis – Clóvis de Heliópolis – Clóvis de Dulce – Antônio Rodrigues de Oliveira

Antônio Rodrigues de Oliveira

Antônio Rodrigues de Oliveira nasceu em 2 de abril de 1959, na cidade de Heliópolis – Bahia. Foi o segundo vice-prefeito de Heliópolis, na primeira gestão do prefeito Aroaldo Barbosa. O popular Clóvis de Dulce ou Clóvis de Heliópolis faleceu no início da manhã de uma terça-feira, em 31 de maio de 2016, no Hospital Santa Teresa, na cidade de Ribeira do Pombal. Ele lecionava Geografia, Biologia e História no Colégio Estadual José Dantas de Souza – CEJDS, via contrato Reda. Era filho de José Salustiano de Oliveira e Dulce Rodrigues de Oliveira e tinha 57 anos. O professor Clóvis era formado em Pedagogia pela Fundação Universidade Estadual Vale do Vale do Acaraú. Deixou um único filho: Acan Gonçalves Rodrigues, nascido do casamento com Ednólia Gonçalves do Santos, sua primeira esposa. Além de professor e político, era cantor, compositor e poeta e amante da boêmia.   

Antonio Rodrigues de Oliveira foi funcionário da Varig, em Salvador, quando resolveu retornar a Heliópolis para atividade política, lutando inclusive pela emancipação da cidade. Foi eleito vice-prefeito na chapa encabeçada por Aroaldo Barbosa, na eleição de 1988. Depois disso não mais exerceu cargo político, dedicando-se ao magistério. Após formar a conclusão do curso de Pedagogia, estudou Geografia na Universidade Aberta do Brasil – UAB – vinculada à Universidade Federal de Sergipe – UFS.

Sempre ligado ao mundo da música e da poesia, até a rua onde morava era denominada Rua dos Poetas, Antônio Rodrigues, ou Clóvis de Heliópolis, deixou várias composições musicais, muitas delas com Zé Costa. Era assíduo frequentador da noite e das rodadas de voz e violão. No fim da vida lutou contra uma insuficiência renal. Estava hospitalizado em Ribeira do pombal, onde faleceu. Era torcedor do Esporte Clube Bahia.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta