São 30 os candidatos de Heliópolis que aguardam julgamento do TRE-BA

Já não é mais novidade para ninguém que dois grupos políticos disputam o poder em Heliópolis desde sua fundação, em 1985. Entretanto, cada nova eleição há sempre um novo patamar a se estabelecer. Desta feita é o fato de um prefeito eleito e reeleito poder fazer fazer o seu sucessor. Essa possibilidade só foi vislumbrada em 2004, quando o então prefeito Aroaldo Barbosa tentava fazer Gama Neves continuador de sua administração. Não aconteceu. Agora, o prefeito Ildefonso Andrade Fonseca pode inaugurar a façanha. Entre os dois grupos, das noves disputas que ocorreram, o liderado pelo prefeito atual venceu 6, enquanto o outro, liderado pelo candidato oposicionista José Mendonça, venceu 3.

As duas coligações que disputam a cadeira de prefeito são formadas pelo PSD/PDT/PSB, liderada por Thiago Andrade, denominada Com a a força do povo, e a formada pelos partidos PL, MDB, PCdoB, PT, PP e DC, liderada pelo ex-vereador José Mendonça Dantas, denominada Unidos por um Heliópolis melhor. Para a disputa das 09 cadeiras da Câmara Municipal de Heliópolis há 3 chapas, do MDB, PL e PSD, englobando um total de 26 candidatos.

A coligação Com a força do povo traz como candidato a prefeito o oficial de justiça e professor Thiago Andrade Vieira, natural de Lagarto-SE, nascido em 16 de maio de 1981 – 39 anos, servidor público estadual. Ele apresentou como patrimônio um total de 823 mil reais em bens e é do Partido Social Democrático. Seu colega de chapa é Ronaldo de Santana Santos, natural de Heliópolis, nascido em 14 de agosto de 1979 – 41 anos. É agente de saúde e sanitarista, exercendo atualmente o mandato de vereador e Líder do governo municipal na Câmara de Vereadores. O patrimônio do candidato a vice declarado foi de 524 mil reais.

A chapa da oposição repete a candidatura que perdeu na eleição passada para o atual prefeito, Ildefonso Andrade Fonseca. José Mendonça Dantas foi vereador por 8 mandatos, nasceu em 04 de dezembro de 1958 – 61 anos, em Ribeira do Amparo-Ba. É agricultor e líder da coligação Unidos por uma Heliópolis melhor, filiado ao PL. Apresentou como patrimônio 509 mil reais em bens. A vice de sua chapa também foi vereadora e 1ª dama do município. Josefa Naudija Santos Bispo é esposa de José Emídio Tavares de Almeida Santos – o Zé do Sertão, embora tenha se declarado como solteira. Ela é do MDB e nasceu em 28 de novembro de 1965 – 54 anos, natural de Heliópolis. Apresentou como patrimônio 527 mil reais em bens e é mais conhecida como Naudinha.

Um total de 26 candidaturas disputarão as 9 cadeiras de vereadores no legislativo municipal. O MDB, apresentará 7 candidatos, mas só deve disputar com 4 ou 5. É que Sabiá da Viuveira é, na verdade, filiado do PSD e deu entrada como membro da agremiação MDB. Ele já teve um pedido de mudança de legenda negado, mas resolveu arriscar. Por segurança, colocou Jucileide na lista de candidatos, que não estava previsto anteriormente. O outro que está enroscado com a Justiça Eleitoral é Zé do Sertão. Ele está inelegível desde setembro de 2018 e deve ter sua candidatura negada, mas vai insistir como sempre fez. Outra candidatura que pode não vingar é a de Irenilda. Há boatos de que a mesma nunca desejou ser candidata. Por fim, disputam de fato um mandato o vereador Claudivan Alves, Vilmário de Tino do Camboatá e Nilda Santana, além de Jucileide, com a futura desistência de Raimundo Sabiá.

Já o Partido Liberal lançou 8 candidatos e, até aqui, não apresenta nenhum problema. Vão disputar o pleito Doriedson Oliveira, Giomar Evangelista, Elza de Waltinho, Gilmar Guerra do Tijuco, Margarete de Piroca, Professor Igor, Raul de Ioiô e Solange de Dedé. Os dois primeiros desta lista disputam a reeleição.

Já o PSD lançou 11 candidaturas com 5 vereadores a busca da reeleição: Ana Dalva, Manoel do Tijuco, Valdelício de Gabriel, Clóvis da Massaranduba e Maria de Renilson, além de Van da Barreira, Dé Correia, Romilda da Casa de apoio, Lúcia de Fabinho, João de Deus da Viuveira e a Professora Suiane. É bom lembrar que o limite de gastos para cada candidatura a vereador é de pouco mais de 12 mil reais. Para prefeito, o gasto máximo é de 123 mil reais.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta