Unidade de saúde fechada em Heliópolis

Em plena pandemia, unidade de saúde estava fechada.

O primeiro teste da nova administração municipal se deu neste sábado (02). Em plena pandemia, a Unidade de Saúde da cidade de Heliópolis está fechada. Várias pessoas, acostumadas ao atendimento dia de sábado, foram ao local e tiveram a ingrata surpresa. Mais uma vez, tiveram que se dirigir a outras cidades para atendimento médico. Na cidade de Fátima, por exemplo, que também passou por mudança de grupo político na administração, a maternidade estava aberta e funcionando. E para que não digam que se está mentindo, Marialda de João de Benedito, Charles de Clóvis, Zé de Jasson e Fábio Silva estiveram no local, levando pessoas ou para atendimento pessoal, inclusive com suspeitas de Covid-19, e tudo estava lacrado. Uma paciente socorrida por Charles estava vomitando sangue. Foi levada às pressas para Cícero Dantas e está internada.

Alguém poderá dizer que ainda é cedo, pois assumiram seus respectivos cargos no dia anterior. Mas, afinal, para que se faz transição de governo? Não há desculpas! Tiveram todos os trâmites normais de uma transição de forma abrangente e civilizada. Era para a unidade estar funcionando, principalmente neste período de constante luta pela preservação de vidas. Já no primeiro dia de administração, o prefeito eleito José Mendonça Dantas falhou com o povo de Heliópolis. Se fosse ele o opositor do prefeito eleito e empossado, certamente diria que Heliópolis merece respeito!

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta