A guerra pelo trono em Heliópolis

Jon Snow foi morto pelos companheiros da Guarda da Noite

Não há nada mais difícil e complicado que trotar com a realidade. O caminho da fantasia é sempre mais fácil porque o real é aquele soco no estômago na hora que a gente menos espera. E vou aqui usar a fantasia para explicar a realidade. Na série Guerra dos Tronos, da HBO, Jon Snow, olhando para o futuro, é assassinado pelos próprios companheiros por convencer os Selvagens a se unir à Guarda da Noite. Para Jon, o inimigo maior eram os Vagantes Brancos. Seus companheiros estavam dominados pelo ódio do passado e o viam como um traidor. A ida de Zé do Sertão para o PT, em pleno dia das mães, revela a cada dia a máxima de que a vida imita a arte.

Leia o artigo completo clicando A Q U I.

Landisvalth Lima

Professor, escritor e jornalista. Editou os jornais A Voz da Região (Serrinha-Ba), Tribuna do Nordeste (Ribeira do Pombal-Ba) e A Voz do Sertão (Heliópolis-Ba). Trabalhou na Rádio Difusora de Serrinha e foi repórter colaborador dos jornais Correio da Bahia e Jornal da Bahia. É autor dos livros A mulher do Pé de Cabra, Cariri Sangrento e A Esquerda Bastarda (romances); Patologias Educacionais do Semiárido Baiano (Tratado) e O Avesso do Exato (poesia). Foi professor de Língua Portuguesa dos colégios Brasilia e Colégio do Salvador (Aracaju-Se), Waldir Pires (Heliópolis-Ba), Evência Brito (Ribeira do Pombal-Ba) e Colégio Professor João de Oliveira (Poço Verde-Se). Atualmente mantem o Landisvalth Blog, é professor e Vice-Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza e administrador e editor do Contraprosa.

Deixe uma resposta